Carmem Maria Bastos

Tenho aprendido muito com a literatura, ela nos dá vida. Escrevo desde sempre, mas só recentemente aceitei a ideia de publicar meus textos. Então eis as 7 coisas que tenho aprendido nesse caminho:

{ 1 }

Amar a escrita, amar a literatura. É o primeiro passo.

{ 2 }

É preciso foco. Não dá para escrever aleatoriamente, em primeiro lugar temos que saber realmente o que estamos querendo com aquilo. Saber qual público desejamos atingir, qual a faixa etária. Qual nossa inclinação: poesia, contos, romance, ensaios etc. acho que todo escritor de certa forma se pergunta sobre isso.

{ 3 }

Além do foco e igualmente importante, é preciso estudar. Aprimorar o dom, praticar, ler bastante. Buscar bases sólidas em livros que possam nos acrescentar algo, saber trabalhar, ou melhor, desenvolver bem o texto, construir realidades que sejam possíveis ao leitor. Estudar sempre é muito importante.

{ 4 }

Ter muita paciência. O mundo literário é lento. O reconhecimento não vem da noite para o dia.

{ 5 }

Acreditar em seu trabalho e continuar escrevendo mesmo que portas pareçam estar fechadas. É preciso muita força de vontade.

{ 6 }

Disciplina, criar o hábito da escrita, afinal nada é cem por cento inspiração.

{ 7 }

Alegria porque a literatura serve para criar e transformar vidas.

Carmem Maria Bastos é graduanda da faculdade de letras da UFRJ. Recentemente publicou o livro No limite do verso e participou do concurso Novos Poetas em 2012.

Contribuição originalmente publicada no site Vida de Escritor

Deixe seu voto:
- Votos: 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *