Tarciso Filgueiras

{ 1 }

Respeite o leitor. Ele raciocina e tem acesso a uma gama de informações ao toque de uma tecla.

{ 2 }

Escreva sobre coisas que lhe interessam. Somente assim o que você escreve soará verdadeiro.

{ 3 }

Estude a língua portuguesa, ela é seu instrumento de trabalho, portanto acerque-se de gramáticas e dicionários. Se você conhecer bem a norma culta, você poderá ajustá-la a seus objetivos, pisando em solo firme.

{ 4 }

Sinta o que escreve. Ou seja, não escreva da boca pra fora. O leitor atento percebe a diferença.

{ 5 }

Depois do texto “pronto”, deixe-o maturar por um tempo razoável.

{ 6 }

RReveja seu texto.

{ 7 }

Reveja seu texto.

Tarciso Filgueiras é pesquisador em botânica e professor. Autor de Botânica para quem gosta de plantas, Ed. Livro Pronto, 2a. ed. (divulgação científica); Ensaio sobre Jesus: Revelando o homem, Ed. Livro Pronto, 2a. ed., (abordagem científica sobre o Jesus histórico, sem afiliação religiosa sectária); Tempo de Tarumã, Ed. Outrasletras (romance), e O roseiral de Henriqueta, Ed. Outrasletras (contos).

Contribuição originalmente publicada no site Vida de Escritor

Deixe seu voto:
- Votos: 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *